Tipos de ameaças cibernéticas e como se proteger

Sem categoria

Seja em uma rede corporativa ou rede doméstica, se proteger de ameaças cibernéticas é desejo de todos. Ao longo dos anos as ameaças se multiplicaram e estão cada vez mais agressivas ao invadir uma rede.

Em uma rede corporativa há muitos dados importantes e sigilosos da organização que poderiam se tornar em um verdadeiro desastre caso fossem acessados por pessoas mal-intencionadas, já em uma rede doméstica existem documentos, fotos e arquivos de cunho pessoal que da mesma forma traria muito transtorno ao usuário caso fossem deletados ou usados para ações maldosas.

Acompanhe abaixo os diversos tipos de ameaças cibernéticas que existem e as diferenças entre elas.

Malware

O malware é um software malicioso, desenvolvido por hackers para acessar ou causar danos a um computador ou rede, normalmente ele age de maneira silenciosa e a vítima não percebe sua presença.

Os diversos tipos de malware vêm evoluindo conforme os objetivos do hacker por trás. Muitos combinam recursos de diferentes formas para tornar o ataque mais assertivo, por exemplo usando ransomware como distração para destruir as evidências de um ataque.

Vírus

Podemos dizer que um vírus de computador é uma forma de software ou código capaz de se multiplicar nos computadores.

Atualmente associa-se o nome “vírus” a qualquer ação maliciosa com roubo ou destruição de dados.

Os softwares maliciosos evoluíram para ser cada vez mais diversificados do que “apenas” um vírus, porém existem formas mais tradicionais de vírus que causam problemas nos sistemas mais antigos. Por sua vez, o malware foi projetado para fornecer aos hackers diversas outras ferramentas maliciosas.

Cavalo de Tróia

Um dos tipos mais comuns de malware é o cavalo de Tróia, sendo um software mal-intencionado geralmente disfarçado de ferramenta legítima, induzindo o usuário a instalá-lo e realizar seus objetivos maliciosos.

Devido a sua maneira silenciosa de agir, ganhou o nome alusivo à história grega do Cavalo de Tróia.

Um cavalo de Tróia pode permitir que os invasores modifiquem dados e até desativem a proteção antimalware. É uma ferramenta muito poderosa para hackers e quadrilhas de cibercriminosos.

Trojan

O trojan é um malware que opera parecido com o cavalo de Tróia, a medida em que entra no sistema também se disfarça de ferramenta legítima, como uma atualização ou vindo junto com um download, iniciando seus ataques ao entrar no sistema.

Um trojan ao entrar no sistema pode acessar e capturar tudo, desde logins e senhas, capturas de tela, informações do sistema e muito mais, enviando os dados para os invasores.

Spyware

Os spywares são softwares que monitoram as ações executadas em um computador ou dispositivo. As ações podem incluir histórico de navegação e aplicativos usados. Um spyware pode chegar com a forma de um malware, trojan ou mesmo ser baixados de outras maneiras em um dispositivo.

Existem alguns tipos de spyware que são vendidos como softwares, por exemplo um software para os pais monitorarem o uso da internet dos filhos, e assim é ignorado pelos antivírus.

Ransomware

O ransomware atua diferente de outras formas de malware, que precisam agir de forma oculta ao usuário. Ele age normalmente por meio de entrega de um anexo ou link malicioso em um e-mail de phishing, criptografando o sistema infectado, podendo bloquear o usuário até o pagamento de um resgate para recuperar seus dados, que pode ser feito em bitcoin ou outra criptomoeda.

Malware Wiper

Este tipo de ameaça tem o objetivo de destruir ou apagar completamente todos os dados do computador ou da rede. 

A destruição das informações pode ocorrer depois de os hackers removerem secretamente os dados de destino da rede ou também pode ser iniciada com a intenção de sabotar a rede/usuário de destino.

Worm

Esta é uma forma de malware que se espalha de sistema em sistema sem ações dos usuários desses sistemas. Normalmente os worms exploram vulnerabilidades em softwares ou sistemas operacionais, porém também são capazes de se espalhar por meio de anexos de e-mail, caso obtenha acesso ao catálogo de contatos em uma máquina infectada.

Os worms costumam ser algumas das formas de malware mais bem-sucedidas e permanentes do mercado. 

Adware

Muitos cibercriminosos querem utilizar suas habilidades para ganhar dinheiro, utilizando para isso o adware.

O adware foi projetado para enviar maliciosamente anúncios ao usuário, normalmente ocorre de maneira que a única forma de se livrar deles é clicar no anúncio. Cada clique para os hackers gera receita adicional.

Em muitos casos os anúncios maliciosos não roubam dados do usuário ou causam danos ao dispositivo, apenas tem o intuito de fazer o usuário clicar muitas vezes no anúncio.

Para os usuários de smartphone, essa ação pode levar ao consumo excessivo de bateria ou inutilizar o dispositivo já que a janela pop-up ocupa a tela inteira.

Como se proteger das ameaças

Independentemente da sua rede ser corporativa ou doméstica, ela precisa estar protegida por um bom sistema antivírus.

Em redes corporativas é importante buscar auxílio de uma empresa especializada para a indicação das ferramentas mais adequadas à realidade da organização.

Em tempos de implantação da LGPD no Brasil (Lei Geral de Proteção de Dados Pessoais), é importante estar bem atento na proteção dos dados de uma empresa, principalmente os dados pessoais, pois a partir de agosto deste ano, as empresas que sofrerem vazamentos de dados pessoais sofrerão punições que variam de 2% do faturamento anual até 50 milhões de reais.

A DeServ conta com uma equipe especializada em segurança da informação, apta a indicar as melhores soluções para todos os tipos de empresas.

Entre em contato com a gente e mapeie de forma assertiva o seu parque tecnológico, ficando livre de ameaças cibernéticas e em compliance com a LGPD.  

Telefone: (51) 4063.6218⠀⠀⠀⠀⠀⠀
WhatsApp: (51) 98043.9240⠀⠀⠀⠀⠀⠀
Site: www.deserv.com.br⠀⠀⠀

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *